ENDIVIDAMENTO SEGUE EM QUEDA NO PARANÁ

postado em: Informações Empresariais | 0

Endividamento segue em queda no Paraná e inadimplência fica abaixo da média nacional

Paraná registra melhora em indicadores de endividamento e inadimplência, mas segue com o maior percentual de endividados do país

08/05/2024

 

A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), levantamento da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), mostra nova redução em abril. Mesmo sutil, o percentual de paranaenses com algum tipo de dívida baixou de 90,5% em março para 90,3% em abril, refletindo uma melhoria progressiva nos níveis de endividamento e inadimplência no estado.

A inadimplência teve uma evolução ainda mais evidente, passando de 14,3% para 13,5%. E a parcela de endividados sem condições de pagar suas dívidas saiu de 4,6% para 4,2%.

Apesar das sucessivas reduções do endividamento desde agosto de 2023, os paranaenses continuam como os mais endividados do país, segundo o ranking da CNC, considerando que a média nacional ficou em 78,5% em abril.

Entretanto, a inadimplência dos brasileiros é mais que o dobro dos paranaenses, com 28,6% de famílias com contas em atraso. No quesito inadimplência, o Paraná é o penúltimo estado da lista de consumidores com contas atrasadas. O estado com maior número de inadimplentes é o Rio Grande do Norte, onde o pagamento das dívidas após o vencimento atinge 55,9% dos endividados.

Enquanto nas famílias paranaenses de menor renda o endividamento se manteve na casa dos 90,4%, entre as famílias com renda acima de dez salários mínimos o indicador caiu de 91,1% em março para 89,9% em abril. Pela primeira vez ao longo dos últimos 13 meses as famílias mais abastadas ficaram menos endividadas do que as famílias de menor renda. Também houve redução na inadimplência nesta faixa de renda, saindo de 11,3% em março para 9,5% em abril. Entre as famílias com rendimentos até dez salários mínimos a parcela de inadimplentes reduziu de 15% para 14,4% na variação mensal.

GRÁFICOS

 

Assessoria de Imprensa:

Karla Santin – jornalismo@fecomerciopr.com.br | (41) 3883-4530 – WhatsApp (41) 99236-3335

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

17 − 2 =